Alumina

A cerâmica alumina foi desenvolvida visando melhorar os problemas relacionados com a resistência a fratura e tenacidade. Sua composição consiste em 2 fases tridimensionais interpenetradas: uma fase de alumina (óxido de alumínio) e uma fase vítrea (à base de óxido de lantânio), sendo sua confecção baseada em alumina porosa que, posteriormente, é infiltrada por vidro. A resistência à tensão para o núcleo de cerâmica alumina é 3 a 4 vezes melhor quando comparado à outras cerâmicas dentais. Com relação à adaptação marginal das restaurações obtidas a partir deste sistema até 24 µm de desadaptação para as coroas unitárias e 58 µm para as PPFs. Esse sistema é indicado para coroas unitárias anteriores e posteriores, sendo o primeiro a confeccionar PPF de 3 elementos totalmente cerâmicos para a região anterior até canino. Entretanto, é necessária uma dimensão mínima para o conector, sendo preconizada 4 mm para o sentido ocluso-gengival (OG) e 3 mm para o vestíbulolingual (VL).

Indicações

Confecção de copings para coroas unitárias de porcelana em dentes anteriores e posteriores

Confecção de estruturas para próteses fixas (pontes) de porcelana de até 3 elementos em dentes anteriores

Características

Estética

Permite distribuição adequada da luz e trabalhos mais estéticos

Contração dimensional controlada

Menor número de passos comparado ao método tradicional de fundição metálica

Segurança durante a função mastigatória, permitindo a confecção de fixas de até 3 elementos em região anterior

Com os tecidos dentais e periodonto

Permite uso de cimentos de fosfato de zinco, ionômero de vidro e resinosos