Próteses Flexíveis

Próteses estéticas Deflex

O material utilizado pela Deflex é uma Poliamida de Alto Impacto, e trata-se de um componente de alto rendimento e precisão em tecnologia termo-plástica. Deve ser termo-injetada em condições muito precisas de temperatura, pressão e tempo para que não sofra alteração de suas propriedades. Sob essas condições se obtém um produto que, se bem chamamos “flexível”, já de fato apresenta certa “flexibilidade”, em rigor deveríamos descrever como “semi-flexível” ou “semi-rígido”, como preferir.

Longe está de resultar mole ou gomoso, e nem sequer registra uma fácil torção, pelo qual a prótese resultante não entrará em contra-indicação clínica. Pelo contrário, as Próteses Deflex permitem uma ótima combinação entre equilíbrio e rigidez, e a elasticidade, já que cuja poliamida quando injetada apresenta ao mesmo tempo a rigidez necessária para distribuir as cargas, e a flexibilidade suficiente para causar rompimentos de forças evitando a pressão excessiva sobre os dentes pilares.

O aspecto semi-rígido da Poliamida de Alto Impacto Deflex torna possível à confecção de apoios oclusais que não cedam ante a pressão mastigatória. Isto possibilita a distribuição de forças aos tecidos que já estão previamente preparados para recebê-las -suporte-, a manutenção da posição da prótese através do tempo -fixação- e além disso permitem cumprir com o princípio de estabilidade de oclusão (especialmente em vertical). Desta forma, una prótese desenhada corretamente não ocasionará traumatismos sobre os tecidos gengivais nem no ligamento periodontal, e não favorecerá a reabsorção óssea.

Não é necessário submeter às Próteses Deflex a nenhum processo de aquecimento para sua adaptação na boca, e pela sua alta resistência frente aos agentes térmicos à ingestão de sustâncias frias ou quentes não provocará um endurecimento ou amolecimento respectivo das próteses. Em condições de uso normais são resistentes, ao ponto de não sofrer fraturas nem micro fraturas perante eventuais quedas. Pode ser feitas em espessuras finas -quase a metade feita das próteses confeccionadas em acrílico- permitindo ao paciente conservar uma boa fonética. As próteses ficam
leves e confortáveis por possuírem um baixo peso específico, e poder ser confeccionada em espessuras finas.

A baixa porosidade resulta em uma superfície lisa, o que fica denotado pelo brilho do polimento que pode obter-se sobre a mesma: menor porosidade, maior brilho. As próteses Deflex são justamente reconhecidas pelo brilho espelho que possuem. Assim mesmo, a superfície suave e polida promove uma ótima aderência a gengivas e palatos.

Se trata de um produto de muito baixa absorção de umidade,estando assim fora do alcance dos fluidos bucais e da pigmentação por certos alimentos. Portanto não exalará mau cheiro nem se depositará tártaro.

Se trata de um produto de muito baixa absorção de umidade,estando assim fora do alcance dos fluidos bucais e da pigmentação por certos alimentos. Portanto não exalará mau cheiro nem se depositará tártaro.

alta performance

Se trata de um produto de muito baixa absorção de umidade,estando assim fora do alcance dos fluidos bucais e da pigmentação por certos alimentos. Portanto não exalará mau cheiro nem se depositará tártaro.

A combinação de material-tecnologia que a Deflex tem obtido se traduz em uma prótese que constitui uma solução protética de alta performance estética e funcional, cuja translucidez natural possibilita que se mimetize com os tecidos gengivais e dentes.

Para finalizar, a conclusão central é que com um adequado desenho das Próteses Deflex resolvem satisfatoriamente as classificações de Kennedy, e cumprem com as cinco unidades funcionais: